Posts tagged ‘Dicas’

10 formas diferentes de apresentar frutas para as crianças (e adultos):


1) Salada de frutas: 

Salada de fruta

– É uma das formas de apresentação que as crianças mais aceitam;
– Você pode pedir para a criança ajudá-lo em algumas etapas do preparo, como: picar as frutas com uma faca sem ponta, misturar, espremer as laranjas;
– A aparência é muito importante, faça bem colorida;
– Use a maior variedade de frutas da estação, são mais baratas e mais gostosas;
– Deixe a salada já porcionada em vidrinhos na geladeira, facilita o consumo.

2) Frutas de formas divertidas: 

frutas divertidas

As cores e as formas podem virar desenhos no prato. Basta usar a sua criatividade!

3) Frutas picadas e sortidas em espetinhos:

espeto fruta

Obs: Corte as pontinhas do palito para as crianças não se machucarem.

4) Espetinhos de frutas com chocolate:

Espeto fruta com choco

– Molhe só uma ponta da fruta no chocolate;
– Use chocolate amargo ou meio amargo;
– Sirva como sobremesa (eventualmente);
– Pode usar frutas secas também (ex: ameixa, damasco);
– Corte as pontinhas do palito para as crianças não se machucarem.

5) Frutas com granola, farelo de aveia, iogurte natural:

Fruta com iogurte

O iogurte não deve ser consumido após almoço/janta, pois o cálcio presente nos lácteos diminui a absorção do ferro das refeições. Sirva as frutas com iogurte nos horários de lanche.

6) Frutas com formatos diferentes:

Frutas bolinhas   melancia estrela2

Use um boleador para fazer bolinhas de mamão, melancia, melão.

7) Picolé caseiro com pedaços de frutas:

Picolé de fruta

8) Frutas na casquinha para sorvete:

Fruta na casquinha

9) Frutas assadas com canela: 

Banana assada

Sugestões de frutas: Abacaxi, banana, maçã, pera.

10) Gelatina caseira: ver receita. 

Gelatina

As crianças e os adultos vão adorar!

Bom apetite!

Anúncios

15 de setembro de 2014 at 11:46 1 comentário

Receita – Gelatina natural caseira:

Gelatina

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de gelatina sem sabor;
  • 300 ml de água filtrada;
  • 300 ml de suco natural (sem açúcar).

Modo de preparo: Leia também as instruções do modo de preparo da marca da gelatina que você irá utilizar (pode ter alguma variação).

1) Dissolva a gelatina na água e aqueça levemente no fogo;
2) Desligue o fogo;
3) Acrescente o suco e misture bem;
4) Coloque em potinhos e leve para a geladeira até endurecer.

Sugestões:

  • Pode fazer com suco de: uva integral, laranja, abacaxi, melancia, morango;
  • Prefira fazer com frutas mais doces para que não haja necessidade de colocar açúcar na receita;
  • Você pode servir a gelatina na casca de frutas como: laranja, limão, melancia.

Rendimento: 6 porções.

11 de setembro de 2014 at 16:51 2 comentários

O que fazer quando as crianças não querem comer frutas:

Kids playing with fruit

Algumas crianças possuem certa resistência em comer frutas, mas não desista!

Forçar as crianças a comerem alimentos que elas não querem (ou não “gostam”) e/0u fazer chantagens/negociações (ex: se comer a fruta ganha um doce) são os piores métodos de reeducação alimentar. Essas técnicas geram angústia e ideia distorcida de que frutas (ou verduras, feijão, etc) são ruins. Pensamento das crianças: “mas se eu comer ganho um doce”, fazendo com que os alimentos saudáveis sejam considerados um castigo e os doces um prêmio.

A fruta in natura (sem açúcar, chocolate, balas) é a melhor forma de consumo, mas, caso seu filho seja muito resistente, comece oferecendo sucos (naturais), vitaminas (sem açúcar), gelatinas caseiras (ver receita), até ele começar a aceitar as frutas na sua forma natural.

Outras dicas:
1) O estômago das crianças é pequeno, portanto, não as forcem comer uma fruta inteira sem fome. Se elas comerem meia fruta de cada vez (várias vezes ao dia) já está bom para idade;
2) Ofereça frutas diversificadas (abacaxi, banana, caqui, figo, goiaba, kiwi, laranja, maçã, mamão, melão, pera, uva);
3) Com diferentes formas de apresentação;
4) Diariamente;
5) Deixe frutas higienizadas ao alcance das crianças;
6) Envolva as crianças na compra e no preparo dos alimentos;
7) Ofereça sempre a fruta como primeira opção de lanche ou junto com outra comida. Aos poucos as crianças se acostumam com a fruta no prato e começam a comer;
8) A hora das refeições deve ser prazerosa, sem barulhos e brigadas;
9) Faça o consumo de frutas ser algo natural, sem pressionar as crianças.

Mas lembre-se, o consumo habitual de frutas pelos familiares é a melhor técnica de incentivo para as crianças, dê o exemplo!

O nutricionista é o profissional habilitado para ajudar nesse processo de reeducação alimentar das crianças. Nunca é cedo para procurar ajuda visto que a nutrição das crianças começa já na barriga da mãe.

11 de setembro de 2014 at 16:07 Deixe um comentário

Recomendações Nutricionais para uma Alimentação Saudável

piramide2A ciência tem mostrado que uma alimentação equilibrada trás inúmeros benefícios para a saúde e para o bem-estar. Uma dieta saudável deve ser composta de proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, minerais e vitaminas. Para isso necessitamos de uma dieta variada, que tenha todos os tipos de alimentos, e de auxílio de um Nutricionista, profissional capacitado para prescrição de uma dieta que siga as quatro leis da Nutrição (qualidade, quantidade, harmonia, e adequação).

Seguem algumas dicas para uma alimentação saudável:

• Realizar de 5 a 6 refeições por dia;

• Mastigar bem os alimentos;

• Fazer as refeições em ambientes tranquilos;

• Ingerir líquidos ao longo do dia, principalmente nos intervalos das refeições, para manter uma boa hidratação. Dar preferência à água pura;

• Utilizar o mínimo possível de óleo no preparo dos alimentos;

• Dicas para diminuir o colesterol proveniente da alimentação:
– Consumir aves e peixes sem pele, carnes magras, leite e iogurte desnatado ou light, queijos magros (ricota, minas);
– Evitar o consumo de vísceras (fígado, rim, coração, …), creme de leite, nata, maionese (eventualmente, consumir as versões light), biscoitos recheados, biscoitos amanteigados, croissants, folhados;
– Escolher sorvetes de frutas e não os cremosos;
– Não consumir banha, salame italiano, presunto gordo, mortadela, bacon, lingüiça. 

• Evitar alimentos fritos. Preferir alimentos assados, cozidos, refogados;

• Diminuir a quantidade de sal colocada no preparo dos alimentos. Preferir temperos naturais para o preparo dos alimentos;

• As fibras são componentes importantes de uma alimentação saudável, elas melhoram a função intestinal, reduzem os níveis de colesterol e auxiliam no controle da glicemia. Sugestões para aumentar as fibras da dieta:
– Consumir alimentos integrais;
– Saladas cruas;
– Frutas com casca;
– Cozinhar por pouco tempo os vegetais, dê preferência no vapor.

• Evitar o tabagismo;

• Praticar atividade física, regularmente, sob autorização médica e orientação de um educador físico. 

• Evitar os alimentos ricos em açúcares, como doces, balas, refrigerantes, chocolate e guloseimas;

• Evitar alimentos enlatados e embutidos, pois esses alimentos contêm muito sódio, gordura, conservantes;

• Moderar o consumo de bebida alcoólica;

• Ler atentamente o rótulo dos alimentos.

15 de março de 2009 at 01:11 4 comentários


Páginas

novembro 2017
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930